VDA FFA - Análise de Falha de Campo e Padrão de Auditoria

(2ª edição)

Após a primeira edição da publicação "Análise de Falha de Campo" da VDA em 2009 e o padrão de auditoria em 2011, ambas as publicações fo-ram fundamentalmente revisadas e consolidadas. A segunda edição é uma atualização e uma versão otimizada que incorpora a experiência acu-mulada.

Além disso, a publicação "Análise de Falha de Campo" da VDA também contém os seguintes aspectos chave:

- Maior foco em toda a cadeia de fornecimento
- Maior integração do processo de planejamento no processo de de-senvolvimento do produto
- Análise aprimorada de reclamações de clientes e gerencia-mento de dados
- Consideração de múltiplas falhas
- Exemplo de diretrizes de NTF incluídas
- Análise de problemas com casos especiais
- Processo expandido de solução de problemas
- Monitoramento de mercado integrado
-  Questionário de auditoria ampliado e reestruturado

A análise de falha de peças de campo rejeitadas (falhas de campo ) desempenha papel fundamental e multifacetado nesta área de conflito entre qualidade e custos. De acordo com os requisitos, o fabricante do com-ponente receberá uma quantidade parcial de peças reclamadas em todo o mundo, assim como os dados de campo correspondentes, que se destinam a mapear a situação de falha no mercado (procedimento de mercado de referência). Se uma falha for verificada, o fornecedor analisa a causa raiz e determina o causador. Um processo de solução de problemas é iniciado pelo fabricante do automóvel e pelo cliente e/ou fornecedor, de-pendendo do causador.
O objetivo deste padrão é a aplicação consistente de um conceito abrangente de análise de falhas de campo ao longo de toda a cadeia de fornecimento. Para isso, os processos centrais e os processos de suporte envolvidos na análise de falhas de campo, assim como as interfaces, de-vem ser levados em consideração.

VDA - FFA

R$139,90
VDA - FFA R$139,90
Entregas para o CEP:

Meios de envio

  • (sede do IQA-SP) Retirada na sede do IQA de segunda à sexta-feira das 09h às 17h (confirmar por telefone com pelo menos 4 horas de antecedência), O pedido pode ser pago no ato da retirada somente a vista em dinheiro ou se preferir, fazer o pagamento online*. É necessário realizar o pedido no site mesmo com a opção retirada no IQA. Rua Nicolau Barreto, nº 643 - Vila Cordeiro - Morumbi - SP (11)3181-9181 (*)para pagamento online será necessário aguardar a confirmação de recebimento para ser retirado.

    Grátis

VDA FFA - Análise de Falha de Campo e Padrão de Auditoria

(2ª edição)

Após a primeira edição da publicação "Análise de Falha de Campo" da VDA em 2009 e o padrão de auditoria em 2011, ambas as publicações fo-ram fundamentalmente revisadas e consolidadas. A segunda edição é uma atualização e uma versão otimizada que incorpora a experiência acu-mulada.

Além disso, a publicação "Análise de Falha de Campo" da VDA também contém os seguintes aspectos chave:

- Maior foco em toda a cadeia de fornecimento
- Maior integração do processo de planejamento no processo de de-senvolvimento do produto
- Análise aprimorada de reclamações de clientes e gerencia-mento de dados
- Consideração de múltiplas falhas
- Exemplo de diretrizes de NTF incluídas
- Análise de problemas com casos especiais
- Processo expandido de solução de problemas
- Monitoramento de mercado integrado
-  Questionário de auditoria ampliado e reestruturado

A análise de falha de peças de campo rejeitadas (falhas de campo ) desempenha papel fundamental e multifacetado nesta área de conflito entre qualidade e custos. De acordo com os requisitos, o fabricante do com-ponente receberá uma quantidade parcial de peças reclamadas em todo o mundo, assim como os dados de campo correspondentes, que se destinam a mapear a situação de falha no mercado (procedimento de mercado de referência). Se uma falha for verificada, o fornecedor analisa a causa raiz e determina o causador. Um processo de solução de problemas é iniciado pelo fabricante do automóvel e pelo cliente e/ou fornecedor, de-pendendo do causador.
O objetivo deste padrão é a aplicação consistente de um conceito abrangente de análise de falhas de campo ao longo de toda a cadeia de fornecimento. Para isso, os processos centrais e os processos de suporte envolvidos na análise de falhas de campo, assim como as interfaces, de-vem ser levados em consideração.